Como Instalar o Simple Screen Recorder como Snap no Ubuntu

Agora está disponível uma versão do Simple Screen Recorder via snap, software para gravar tela no LINUX.

Até agora instalar a versão mais recente do Simple Screen Recorder envolvia trabalhar com repositórios PPA (oficial do projeto). Já com os Snaps será bem mais fácil.

Screen Recorder mais simples e disponível

Há algumas advertências no período inicial:

A versão Snap não detecta configurações Theming Qt (que não é a versão PPA) não é fornecido qualquer predefinição com perfis (que não seja a versão PPA), e não integra com a área.

Mas, apesar dessas desvantagens, ele funciona exatamente como seria de se esperar, e muito bem!

Eu não notei uma diferença perceptível ao exibir gravações.

Para os curiosos, a versão Snap deste aplicativo requer as seguintes permissões. Todos são bastante auto-explicativos:

  • Home
  • X11
  • Opengl
  • Unity
  • Browser Support
  • Alsa
  • Pulseaudio

Se você estiver interessado em experimentar o app, irá precisar do Ubuntu 16.04 LTS ou alguma versão mais atual.

Você pode instalar o Simple Screen Recorder via Snap utilizando o comando abaixo:

sudo snap install simplescreenrecorder-mardy

 

Ubuntu Budgie 17.04 (Zesty Zapus) Beta 1 – Disponível para Download

Ubuntu 17.04 Beta 1 já está disponível para download.

  • Ubuntu Budgie
  • Ubuntu GNOME
  • Xubuntu

Estão entre os sabores da comunidade que participam nesta luta de testes.

A maioria de vocês deve ter vindo até aqui, a espera de encontrar a versão regular do Ubuntu que vai participar da versão beta 2, mas sinto em lhe informar que as informações oficiais só saíram em 23 de março.

Todas as versões beta listadas abaixo apresentam o servidor X v1.18.4, Mesa v13.0.4 (embora o mais recente v17.0.0 esteja a caminho) e  Linux Kernel 4.10.

Para entender as principais mudanças da versão beta, continue a ler.

Ubuntu Budgie 17.04 Beta 1

Há muita coisa para brincar na primeira versão beta do Ubuntu Budgie .

O Ubuntu Budgie 17.04 Beta 1 ,apresenta a última versão estável do desktop Budgie (v10.2.9), muitos aplicativos do GNOME 3.24 e uma versão atualizada do Budgie Welcome, um assistente de configuração.

Diferentemente de upstream Budgie AppIndicator , o suporte é incluído por padrão. Isso significa que você pode continuar a usar e apreciar seus applets de indicador favoritos.

Há também um novo conjunto de papéis de parede disponíveis nesta versão beta.

Download do Ubuntu Budgie 17.04 Beta 1

O Ubuntu GNOME 17.04 Beta 1

é baseado no GNOME 3.24 Beta (v3.23.90). O GNOME 3.24 deve ser lançado oficialmente agora em março.

Entre os novos recursos disponíveis para você brincar é o novo recurso Night Light (que reduz a quantidade de luz azul que emite de seu monitor); Versões atualizadas de muitos aplicativos principais, incluindo o Calendário, que também adquire uma visualização de semana.

Dois aplicativos permanecem em suas versões do GNOME 3.20, incluindo o Nautilus e o GNOME Terminal,

O Flatpak 0.8 é instalado por padrão, assim como o helper do sistema chrome-gnome-shell que será necessário para gerenciar as extensões do GNOME Shell em muitos navegadores a partir dos próximos meses.

Para obter uma visão mais detalhada das alterações, consulte Notas da Versão 17.04.

Download do Ubuntu Gnome 17.04 Beta 1

Xubuntu 17.04 Beta 1

A versão beta do Xubuntu 17.04 tem um número de mudanças bem grande. Há uma versão nova e melhorada do Thunar, o gerenciador de arquivos Xfce,  para corrigir muitos problemas que os usuários têm reportado.

Dois novos modelos de arquivo padrão agora estão incluídos, OpenDocument Spreadsheet e Writer.

Nova versão upstream do plugin Whisker Menu, além de versões atualizadas do xfce4-dict e xfce4-weather-plugin.

Download do Xubuntu 17.04 Beta 1

Ubuntu 17.04 terá o GNOME 3.24

Boas notícias para os admiradores do GNOME: O Ubuntu 17.04 irá fornecer o GNOME 3.24.

Como o GNOME 3.24 deve ser lançado agora em março, isso marcará a primeira vez em muito tempo que uma versão do Ubuntu vem também com a versão mais recente do GNOME estável.

O Ubuntu 17.04, é claro, ainda usará o desktop Unity, mas terá também a versão mais nova do GNOME.

A próxima versão beta do Ubuntu GNOME 17.04 contará com o GNOME 3.24 Beta 1, e assumirá o padrão do último desktop do GNOME.

A série estável a longo prazo oferece uma base sólida e confiável, que é muito mais fácil para os desenvolvedores do Ubuntu obter o GNOME mais recente para as versões não-LTS do Ubuntu usando o API-stable GTK3 3.22.

Agora, algumas coisas para esclarecer aqui: nem todos os aplicativos GNOME 3.24 estarão disponíveis.

A versão mais recente de muitos aplicativos principais do GNOME estará disponível, incluindo o calendário do GNOME (exceto uma atualização pendente), o Totem (também conhecido como Vídeos) e o GNOME Disks.

Outros estão em versões anteriores porque não há nenhuma atualização recente disponível (por exemplo, GNOME Weather) ou o Ubuntu que opta por incluir uma versão mais antiga (corrigida) (por exemplo, Nautilus).

O GNOME Software (também conhecido como Ubuntu Software) está também na versão 3.22 no 17.04, embora esta seja uma compilação mais recente que a versão v3.20 que é lançada no Ubuntu 16.04 e 16.10 – e sim, ele incluirá suporte para Flatpak refs, repos, e Snap URLs!

GNOME 3.24 irá Inclui o recurso Night Light

GNOME 3.24 é uma versão mais modesta do que as versões anteriores, mas ainda tem alguns novos recursos dignos de menção, especialmente para os usuários do Ubuntu GNOME (ou aqueles que instalam o GNOME Shell).

Como o novo recurso Night Light no GNOME Shell.

Isso ajustará automaticamente a temperatura de cor e brilho do monitor, dependendo da hora do dia, para ajudar a reduzir a tensão ocular e promover ciclos de sono naturais.

Quando ativado, a Luz Noturna do GNOME reduz a quantidade de luz azul que o display emite. As cores ficam mais quentes e o brilho geral é reduzido.

Um pequeno conjunto de opções de configuração (incluindo uma opção para desativá-lo) está disponível em Configurações->Exibir.

Outras alterações no GNOME 3.24 incluem um:

  • Painel de usuário reajustado em Configurações;
  • O app de calendário ganha uma exibição de semana;
  • E o GNOME Maps é capaz de lidar com o rotas de trânsito.

Teremos mais informações sobre o que há de novo no GNOME 3.24 nas próximas semanas.

Ubuntu Entre as TOP Distribuições Para Rodar em Servidores

De acordo com a IDC, os dados de vendas de hardware indica que 28% dos servidores são baseados em Linux.

No entanto, provavelmente esse estudo da IDC não conta os laboratórios pessoais, cloud, vps etc.

Embora existam distribuições Linux 100% desenvolvidas para rodar em servidores dedicados, você pode rodar uma distro que já está acostumado a utilizar no seu desktop, que é o caso do Ubuntu LTS.

Ubuntu é sem dúvida uma das distribuições Linux mais conhecidas. Com uma infinidade de derivados, é uma distribuição muito estável para servidores, pois conta com uma versão LTS.

Ubuntu Server está disponível em duas versões: LTS e uma rolling-release. O lançamento do Ubuntu Server LTS oferece um ciclo de suporte de cinco anos.

Aqui está a grande diferença.

Embora o ciclo de apoio não seja de cinco anos, as versões que não são LTS tem nove meses de atualizações de segurança e de manutenção.

Tudo bem que o Ubuntu e Ubuntu Server são bastante semelhantes, mas o Server oferece diversas facilidades.

O Ubuntu Server vem com:

  • OpenStack
  • Nginx
  • LXD

Essas inclusões são importantes para os administradores de sistema. Usando o Ubuntu Server, você pode criar servidores web, implantar repositório de arquivos, e muito mais.

Ubuntu LTS tem um ciclo de suporte de cinco anos. Atualmente estou usando o Ubuntu 16.04.02 LTS em alguns servidores.

Veja no link abaixo as TOP 10 distribuições Linux para rodar em servidores.

TOP 10 – MELHORES DISTRIBUIÇÕES LINUX PARA RODAR EM SERVIDORES

E entenda porque o Ubuntu está nesta Lista.

Ubuntu 16.04.2 LTS Lançado, Disponível para download, Veja Como Você Poderá Atualizar

Ubuntu 16.04.2 LTS está disponível para download, prepare o seu comando apt.

Vamos lá …

Este é o segundo lançamento da série LTS do Ubuntu 16.04. Como já era de se esperar, é um conjunto de  atualizações de aplicativos, correções de bugs e correções de segurança.

Todas as atualizações são para o Ubuntu Xerus, que também introduz a utilização do Kernel Ubuntu HWE (Hardware Enablement)

Caso você instale o Ubuntu a partir da imagem de disco liberada ontem, não irá precisar baixar tantos pacotes de atualizações e patches como uma pessoa que ainda esteja utilizando a versão padrão do Ubuntu 16.04 LTS, instalado via imagem iso no lançamento.

Esta é a primeira atualização do Ubuntu 16,04, que são totalmente pontuais e previstas para 2017, vamos esperar o Ubuntu 16.04.3.

Ubuntu 16.04.2 Algumas Mudanças: Hardware Enablement

A maior atualização que foi liberada é a nova forma de trabalhar com o hardware (Hardware Enablement).

O Ubuntu 16.04.2 LTS vem com o Kernel do Linux 4.8,  além de uma versão atualizada do servidor X.

Esta atualização vale muito a pena fazer, visto que ela vai oferecer suporte de hardware de forma muito mais eficiente, especialmente para PCs e laptops que foram lançadas após o ultimo LTS.

Ubuntu 16.04.2 usa a versão 4.8 do kernel do Linux, sendo que as duas primeiras versões do 16.04 LTS acabou sendo lançada com o kernel 4.4 do Linux.

O Kernel 4.8 é a mesma utilizada pelo Ubuntu 16.10, lançado em outubro passado.

Se você instalou o Ubuntu 16.04 LTS no ano passado você não vai conseguir pegar as novas atualizações de hardware automaticamente, abaixo coloquei mais detalhes sobre como fazer isso.

Mas, se você instalar o Ubuntu 16.04.2 através das imagens ISO que foram lançadas, já terá o Hardware Enablement liberado por padrão.

Também poderá atualizar para versões mais recentes desta funcionalidade que forem lançadas, a cada 6 meses, até Ubuntu 16.04.5.

Você pode ver uma lista completa das alterações feitas entre Ubuntu 16.04.1 e 16.04.2 aqui .

Como atualizar para o Ubuntu 16.04.2

Se você já estiver executando o Ubuntu 16.04 LTS e instalou todos os patches disponíveis de segurança, correções de bugs e atualizações de aplicativos então parabéns: você está rodando Ubuntu 16.04.2 LTS.

Mas se ainda não fez isso … vamos lá aos comandos:

# sudo apt update && sudo apt dist-upgrade

Se, no entanto, você quer habilitar as melhorias de suporte de hardware do Kernel do Linux 4.8, você precisa informar ao sistema que pretende fazer isso.

Como? Executando o comando abaixo, simples:

# sudo apt install --install-recommends xserver-xorg-hwe-16.04
# sudo apt upgrade

É importante dizer que se você está feliz com o seu kernel 4.4 e a vesão do seu servidor X atual, pode continuar a executá-lo.

Ele não será automaticamente atualizado, sem pedir explicitamente com o comando acima.

Agora … claro … se você ainda não está rodando a versão LTS do Ubuntu … e quer iniciar com ela ainda hoje, pode fazer download da imagem ISO do Ubuntu 16.04.2 LTS aqui.