Xdman gerenciador de downloads

Xdman é um gerenciador de downloads para o Ubuntu 13.10. Ele baixa até 5 vezes mais rápido que no modo normal.

xdman gerenciador de downloads

Você curte baixar vídeos do You Tube ou Google Video? Adora ficar baixando mil arquivos em sites de downloads? Então achei o programa perfeito para você “queimar” seu modem de tanto trabalhar: XDMAN.

XDMAN – detone nos downloads

O Xtreme Download Manager (XDAM) é um programa feito em Java que é muito mais leve que o JDownloader e muito melhor em features que o Flareget ou uGet.
Depois de instalado, abra-o pelo terminal digitando

xdman

Com ele aberto, clique com o botão direito do mouse sobre o ícone dele no lançador do UNITY e BLOQUEIE. Ai não precisará mais usar o terminal para chamá-lo.

Pronto! Pode testar agora. Comigo, como podem ver na figura acima, ele bateu 2mb de download de um .ISO de 885mb, repartindo-o em 32 pedaços! Show de bola!

Ele tem versões para Ubuntu/Linux e para Windows além de uma versão portátil.

Eu testei aqui e realmente o XDMAN é “porrada na cara” pois cumpre muito bem o que promete. Faça o teste com alguns downloads e depois comente se valeu a pena!

Multiget é o seu gerenciador de downloads

Multiget é uma (boa) opção de gerenciar downloads no Ubuntu

O programa MultiGet roda nas plataformas Windows/Linux/BSDs/MacOs.  Ele é programado em C++ e sua interface é em wxWidgets. Ele suporta protocolos HTTP/FTP.

Ele também suporta multi-tarefas com multi-thread em multi-servidores (ufa!). Além disso tudo faz resume de downloads se o web server suportar.

Ele pode ser convertido para português, mas para isso entre no menu Preferences.

Multiget no Ubuntu

Mas ele não é perfeito. No Ubuntu 12.04, mesmo depois de usado e desligado o processo continua “aberto”, como pude verificar no Monitor do Sistema; além de deixar um inconveniente ícone na tela que não entendi o sentido dele ainda.

Instalando o Multiget

Basta abrir sua Central de Programas e procurar pelo nome e instalar. Simples assim.

Multiget é uma boa opção de ser seu gerenciador de downloads.

Gerenciamento de Pacotes

O Ubuntu utiliza o sistema de pacotes criado pela Debian chamado DPKG e gerenciado pelo APT./em>

Tipos de Pacotes

Já se foi o tempo em que instalar um aplicativo no GNU/Linux era necessário ler o arquivo “readme” para obter instruções de como compila-lo e torcer muito, para que tudo terminasse bem. O Ubuntu GNU/Linux utiliza um sistema de pacotes chamado “dpkg” em que os pacotes são basicamente dois: os binários (.deb) e fontes (.dsc). Estes arquivos Debian possuem normalmente a seguinte estrutura em seu nome:

<package-name>_<epoch>:<upstream-version>-<ubuntu.version>_<architecture>.deb

Pacotes Binários

Pacotes binários (.deb), os quais contém executáveis, arquivos de configuração, páginas de manual, informação de copyright e documentação. Estes pacotes são distribuídos em um formato de arquivo específico Debian; eles são normalmente identificados por terem uma extensão de arquivo .deb.

Pacotes Fonte

Pacotes fonte (.dsc), os quais consistem de um arquivo .dsc descrevendo o pacote fonte, um arquivo .orig.tar.gz que contém o fonte original não modificado em formato tar e compactado com o gzip, e normalmente um arquivo .diff.gz que contém as mudanças específicas do Debian feitas em relação ao fonte original.

Metapacotes (metapackage)

Metapacotes são pacotes que tem em sua dependência a instalação de outros pacotes binários (.deb). Assim, diferente de um pacote comum que instala suas dependências, sugestões e recomendações, um metapacote instala uma lista de outros pacotes binários que tem como dependência, sugestão e recomendação outros pacotes binários. Exemplo de um metapacote é o clássico pacote ubuntu-desktop:

$ aptitude show ubuntu-desktop

Essas é muitas outras informações preciosas você encontra no WIKI Ubuntu-BR

GFP o seu Gerenciador Financeiro Pessoal

Olá turma. Voltei!

Esta dica foi-me enviada via Facebook pelo colega Pedro Araújo. Espero que seja útil ter um gerenciador financeiro por ai. E visite o blog do colega para maiores informações sobre o gerenciador.

GFP é um gerenciador financeiro pessoal simples e prático para o controle de suas receitas e despesas do dia a dia, bem como o controle de suas contas a pagar, saldos bancários, limites de cartão de crédito etc. O projeto é desenvolvido  em Java, e está disponível pra várias plataformas.

Você pode instalar o GFP facilmente baixando e executando o pacote de instalação DEB (também está empacotado em TAR.GZ pra instalação manual em outras distros, e tem instalador pra Windows) disponível em: http://sourceforge.net/projects/gfpopen/

A instalação é simples: basta baixar o pacote de instalação e rodar! Lembrando que você precisa ter o Java (ou o OpenJDK) versão 7 (não foi testado na versão 6, mas deve funcionar sem problemas) instalado pra poder rodar o GFP.

Plowshare: o gerenciador de download por linha de comando

Um ótimo aplicativo, o Plowshare baixa de sevidores de hospedagem, tipo Rapidshare, e pode ser usado em conjunto com sistemas Anti-Captchas.

Para instalar:

sudo add-apt-repository ppa:plowsharepackagers/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install plowshare

Para usar, basicamente:

plowdown http://www.*******.com/*******

Para mais opções, o manual:
code.google.com/p/plowshare/wiki/Readme

Como sistema anti-captcha, recomendo o CaptchaTrader, é gratuito. Basta você resolver alguns captchas no site, que o site resolve o seu sozinho. =)
http://captchatrader.com/users/refer/pablodm89/

O Plowshare também faz upload nos sites e permite baixar através da sua conta (free ou premium)

dica de Pablo Moço