Por que programadores preferem Linux para trabalhar?

O mercado de trabalho é dividido em 2 vertentes: Trabalhos open source e trabalhos corporativos. Como funcionam? Os trabalhos corporativos geralmente trabalham com sistemas e tecnologias privadas, aqueles sistemas que são secretos por questões de segurança e existem diversas pessoas das quais fazem a manutenção dele e outras coisas. Já o pessoal do mundo software livre é focado em divulgar seus trabalhos e projetos. Em ambos os casos há suas vantagens e desvantagens, mas o que é mais interessante é o compartilhamento de conhecimento, coisa da qual o Linux e Ubuntu valorizam muito.

O Ubuntu é um dos sistemas operacionais preferidos dos desenvolvedores. Por quê? Devido a sua estabilidade, facilidade de instalação de ambientes de desenvolvimento e o poder que o terminal proporciona. O que é legal do Ubuntu é que permite que seja desenvolvido qualquer tipo de plataforma dentro dele, se em casos específicos que são necessários ambientes Windows, o Wine pode suprir sem problemas suas necessidades, tendo o Ubuntu no fundo.

E então, porque programadores preferem Linux?

Em suma, o terminal é a grande chave da preferência, acredito que se você está lendo esse artigo deva ter o mínimo de conhecimento de como funciona o terminal, se não tiver não há qualquer tipo de problema, em poucas pesquisas dentro do site (Ubuntu Dicas) tenho certeza que ficará familiarizado. O terminal oferece a vantagem de criamos aplicações e instalar pacotes de forma simples. Linguagens de programação que atualmente estão em destaque são baseadas em ambientes que tem terminal, tais como Python ou Ruby.

Assunto indicado:  Dicas importantes para aprender Ubuntu tranquilamente

É que nem aquela história que todo mundo conta e quase ninguém acredita, confesso que nem eu acreditava, que uma vez que pega gosto no Ubuntu, raramente encontrará satisfação em outro sistema. Por que digo isso? As facilidades e possibilidades de configuração que o Ubuntu oferecem facilitam e muito nas configurações de sistema, além dos ambientes isolados que organizam melhor nossas ideias.

Assunto indicado:  A atualização do Ubuntu a cada 6 meses o torna um sistema pior: Por que a Canonical deve mudar as datas de lançamento

Temos diversas outras vantagens, servidores, ssh, bancos de dados, deployment e ferramentas de desenvolvimento. O que faz a diferença é pelo fato do sistema ser robusto, estável e personalizável. Quando se trabalha com desenvolvimento é necessário diversas configurações personalizadas para cada projeto, sendo assim ambientes isolados são fundamentais para organização.

Diga suas razões para usar Ubuntu ou Linux como ambiente de trabalho e desenvolvimento.