GIMP 2.8 Final é liberado

GIMP 2.8 Final é liberado

E depois de 3 anos de trabalho, finalmente saiu a versão 2.8 do poderoso editor de imagens para linux: o GIMP.

Ele vem com muitos bugs fixes e melhorias. Você pode baixar o GIMP 2.8 ou instalá-lo via PPA.

sudo add-apt-repository ppa:otto-kesselgulasch/gimp
sudo apt-get update
sudo apt-get install gimp

fonte

Instalando o Komodo Edit 6 no Ubuntu

O KOMODO EDIT 6 é uma IDE, do inglês Integrated Development Environment ou Ambiente Integrado de Desenvolvimento. É um programa de computador que reúne características e ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software com o objetivo de agilizar este processo. Ou seja, um editor de desenvolvimento de programação parrudo.

Eu uso o Gedit, no Ubuntu, mas curto conhecer novas ferramentas que podem agilizar o desenvolvimento web, como html, css e php.

Para você que esta habituado com o Dreamweaver, Notepad++, Aptana, Gedit e outros, experimentar o KOMODO pode ser algo agradável, como no vídeo abaixo:

Para instalar o KOMODO, deixo aqui 3 links. O primeiro, o segundo do amigo Pedro Pinto, em português e o terceiro em inglês.

O que você achou? Comente!

Instalando o Aptana Studio 3 no Ubuntu

Se tem – agora tinha – um aplicativo que era um parto para instalar, para mim é claro, era o Aptana. Este programa é um editor muito poderoso de programação e muito usado.

Corri ao tuíter e consegui a dica do user @gustavomarttos.

Seguindo a receitinha, até o ícone do danado foi parar no sidebar do Unity. E tudo isso porque o Aptana não segue o padrão de instalação no Ubuntu.

Enfim, mais uma pedrinha fora do caminho!

Desabilitando os arquivos com sufixo ‘~’ do gEdit

Quando editamos pelo Gedit é muito comum vermos alguns arquivos com o sufixo “~” na mesma pasta. Isto acontece porque a opção “criar uma cópia de backup dos arquivos antes de salvar” esta habilitado dentro do menu Preferências, do Gedit.

gEdit
gEdit

Desabilite esta opção e deixe marcado a opção “salvar arquivos automaticamente a cada (5) minutos”.

Fim! Comente.

Photoshop para quê? Vá de PIXLR

Esse post não tem nada a ver com o Ubuntu ou software livre, mas como sou webdesigner não posso deixar de registrar a dica do @dropexinfo, via Twitter.

Imagine que você pode ter um clone do famoso editor Photoshop sem precisar instalar nada e sem precisar comprar nada? Basta ter uma conexão com a internet, um browser de macho (nada de IE, por favor…) e muita criatividade. Pronto! Você já pode usar o PIXLR.

Não precisa fazer nada além, mas se quiser melhorar a experiência de uso, assinando o aplicativo (gratuitamente) você pode gravar as imagens em uma biblioteca virtual, no Facebook, no Picasa e outros.

O serviço é gratuito, rápido, simples e está traduzido para o português. E sim, tem os mais famosos filtros como sombras e gaussian. Ele é perfeito! Claro que não se compara para fins de saída para gráficas, mas para 99% dos usuários, basta. E tem outra, você não precisa levar CD-R’s ou pendrives com os arquivos, pois elas estarão guardadas “nas nuvens”.

Ah, ia me esquecendo: até as teclas de atalhos do Phostoshop estão lá. :-)

Enfim, você tá lendo aqui ainda? Corre lá!